Ultrafer
Ultrafer-100mg-30-comp

Composição:

Ferro polimaltosado                                                         100mg

Recomendação Posológica:

1 comprimido, de 1 a 3 vezes ao dia, por 3 a 5 meses ou conforme recomendação médica.

Apresentação:

Caixa com 30 comprimidos de 100mg e solução oral 50 mg/ml.

Ultrafer® é indicado no tratamento e prevenção das anemias ferroprivas. Ultrafer® é   contraindicado nos casos de hipersensibilidade aos sais de ferro ou a qualquer um dos componentes da fórmula. Cálcio, antiácidos e oxalatos podem diminuir a absorção de ferro e, por isso, devem ser administrados com intervalo de, pelo menos, duas horas do uso de Ultrafer®.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. Reg. MS:1.0390.0172.

  • Minibula

    Ultrafer® (ferripolimaltose). Apresentação: comprimidos revestidos – embalagem com 30 comprimidos. Indicação: tratamento e prevenção das anemias ferroprivas. Contraindicações: em condições caracterizadas por excesso de ferro: hemocromatose e hemossiderose; em todas as anemias não ferropênicas, tais como anemia hemolítica, perniciosa, falciforme, talassemia, anemia do chumbo, anemia sideroacréstica, anemia devido a tumores e infecções (sem deficiência de ferro), anemia associada à leucemia aguda ou crônica; Processos que impedem a absorção de ferro pela via oral, como diarreia crônica e retocolite ulcerativa e em hepatopatia aguda; Hipersensibilidade aos sais de ferro ou a qualquer um dos componentes da fórmula. Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos. Advertências e precauções: as anemias devem ser tratadas sob controle médico e com a avaliação de exames periódicos de sangue. Caso ocorra insuficiência do tratamento, este deve ser reavaliado juntamente com o diagnóstico. Em pacientes submetidos a transfusões repetidas de sangue, pode ocorrer o risco de uma sobrecarga de ferro. A coloração escura das fezes durante o uso de Ultrafer® não é característica específica deste medicamento, mas de todos compostos de ferro, e não tem relevância clínica.. Administrar com precaução em pacientes portadores de hepatite, infecções agudas e distúrbios inflamatórios do trato gastrointestinal, pancreatite, úlcera péptica ou doença renal. Este medicamento pode ser utilizado durante a gravidez desde que sob prescrição médica ou do cirugião-dentista. Não há relatos de problemas derivados da administração de ferro nas doses terapêuticas recomendadas durante a lactação, no entanto, Ultrafer® deve ser administrado sob controle e prescrição médica. Interações medicamentosas: a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas causa aumento do depósito de ferro no fígado e aumenta a probabilidade de eventos adversos e até tóxicos do ferro, quando em uso prolongado. Cálcio, antiácidos e oxalatos podem diminuir a absorção de ferro e, por isso, devem ser administrados com intervalo de, pelo menos, duas horas do uso de Ultrafer® Ultrafer® pode reduzir os efeitos da penicilina. Reações adversas: comuns – fezes escuras (reação comum a todos os compostos que contêm ferro). Incomuns – dor de cabeça, dor abdominal, diarreia, constipação, sensação de plenitude, vômito e náusea. Muito raras – sensação de calor, rubor, taquicardia, prurido e erupções cutâneas. Posologia: crianças maiores que 12 anos, adultos ou lactantes – tratamento da anemia ferropriva: 1 comprimido, uma a três vezes ao dia, por três a cinco meses até a normalização dos valores da hemoglobina. Posteriormente, a terapia deve ser continuada com 1 comprimido por dia, por várias semanas (dois a três meses), com o objetivo de restaurar as reservas de ferro. Prevenção da anemia ferropriva: 1 comprimido, uma vez ao dia, por um a dois meses. Em casos de anemia ferropriva grave ou de necessidade elevada de ferro, as doses podem ser aumentadas, a critério médico, ou se necessário, a critério médico, pode ser avaliada a necessidade de uso do ferripolimaltose parenteral como tratamento inicial. Mulheres grávidas – tratamento da anemia ferropriva: 1 comprimido, duas a três vezes ao dia, até a normalização dos valores de hemoglobina. Posteriormente a terapia deve ser continuada com 1 comprimido ao dia, pelo menos até o final da gravidez, com o objetivo de restaurar as reservas de ferro. Prevenção da deficiência de ferro: 1 comprimido ao dia. A dose e a duração da terapia são dependentes do grau de deficiência de ferro.M.S: 1.0390.0172. Farmoquímica S/A. CNPJ 33.349.473/0001-58. VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. SAC 08000 25 01 10.Para ver o texto de bula na íntegra, acesse o site www.fqm.com.br.